Gastos supérfulos atrapalham seus objetivos de vida

Atualizado: 10 de Dez de 2019

Compras por impulso tendem a desequilibrar o orçamento familiar e pessoal no final de cada mês e é uma forma encontrada pela maioria das pessoas para ter pequenos prazeres diante das frustrações diárias. Uma das formas que ajuda a conter este tipo de gasto é visualizar seus objetivos maiores do que simplesmente comprar aquele livro que não será lido ou aquela roupa só porque estava em liquidação, tendo em vista uma viagem, a segurança de ter reserva caso algo inesperado ocorra, a vontade de ter mais um filho, poder pagar um curso de inglês, são variados objetivos criados que auxiliarão na disciplina de conter gastos supérfluos.


Deixar de gastar hoje, para ter algo diferente amanhã é uma troca, certo? Se essa troca não tiver um objetivo do outro lado como os citados no parágrafo anterior, a pergunta sublime que fica é: Por que não comprar o que quero agora por algo que não determinei ou não existe? Ou seja, fica muito difícil conter uma compra por impulso sem que exista algo maior que vale a pena o sacrifício de passar por cima dessa vontade pontual e imediata.


Cada gasto supérfluo e não planejado te distanciará desse maior objetivo. Pior do que distanciar, é a possibilidade de que talvez nunca se concretize. A vontade de imediatismo e de consumo tem que ser menor que a vontade de executar o plano no tempo previsto. O que aumentará mais a qualidade de vida e a felicidade? Gastos súbitos diários ou gastos com algo maior em termos de importância, melhor em termos de qualidade e planejado? Dessa forma temos um norte e porque vale se policiar e se organizar.


Existem métodos que nos ajudam muito nesse sentido, aplicativos como Mobills para controle de gastos por categoria e de fácil utilização, mensagem automática da operadora do cartão de crédito para reforçar compra direto no celular através de SMS, planilha de orçamento que estabelece metas mensais e anuais.


Não adianta querer uma nova vida e novos acontecimentos se as atitudes e os atos continuam os mesmos, resultados diferentes só acontecem com atitudes diferentes. A mentalidade de poupar precisa ser instaurada, mesmo que os famosos 20% não sejam atingidos, comece com o que der, mesmo que sejam 3 ou até 5%. É dessa forma que você mudará seus hábitos e chegará no objetivo proposto!

12 visualizações

© 2019 por Capital 360.